Se você esta buscando informações sobre licenciamento microsoft, esta no lugar certo! Ter atenção e escolher adequadamente um dos tipos de licença Microsoft é fundamental para que uma empresa evite transtornos e tenha estabilidade em suas operações. Caso não seja licenciado, o software pode ser instável e gerar problemas de desempenho, como a paralisação de seu funcionamento.

Em contrapartida, o software licenciado traz segurança à organização, uma vez que é submetido a certificações de segurança, auditorias e testes de eficiência.

O licenciamento é imprescindível ainda para que as empresas evitem o risco de multas e o temor da fiscalização, assim como assegura menores custos de manutenção.

Especialmente para organizações que utilizam produtos oferecidos pela Microsoft, como o sistema Windows, é necessário identificar qual o melhor modelo de licenças Microsoft a ser contratado.

As licenças Microsoft
Para conduzir melhor a escolha de uma licença Microsoft, é necessário analisar inicialmente se há busca por soluções em nuvem.

Também devem ser consideradas as opções por licenças perpétuas, com direito de benefício pelo resto da vida, ou licenças subscription, em que a adesão é feita como um aluguel. Um terceiro fator a ser observado é a possibilidade de transacionar a quantidade de licenças durante o período de contrato.

Para atender a clientes de variados perfis, a Microsoft disponibiliza diferentes possibilidades de aquisição de softwares. Cada modelo de licença é adequado a uma estrutura organizacional, o que proporciona um grande leque de opções.

CSP (Cloud Solution Provider)
Num dos modelos mais modernos da Microsoft, a licença CSP é voltada para atender ao crescimento de soluções em nuvem. Nesse modelo, o cliente compra licenças cloud com possibilidade de pagamento mensal e flutuação do número de licenças a cada mês.

De acordo com a necessidade, quem for adquirir CSP poderá aumentar ou reduzir a quantidade de licenças oferecidas durante o período de contrato.

No CSP, a distribuidora do software fica responsável pelo ciclo de vida dos Serviços Online do consumidor por meio de provisionamento, faturamento direto, suporte e gestão. Ela também consegue agregar serviços próprios, aumentando os recursos ofertados.

Uma vantagem desse tipo de licenciamento é que ele gera um custo previsível, de modo que você poderá inclui-lo nas suas despesas fixas e ter maior controle sobre o pagamento, que pode ser feito até por boleto.

Outro benefício é que a adesão é sem fidelidade, não havendo multa, e você poderá ter um contrato único para todas as soluções Cloud Microsoft que contratar. Saiba mais »

OEM (Original Equipment Manufacturer)
Caso o software venha pré-instalado em computadores recém-adquiridos, como o Sistema Operacional Windows, a licença será do modelo OEM. Nesse caso, o software já está integrado à máquina.

No modelo OEM, a licença de software é restrita ao computador em que veio instalado. Assim, não é possível a reinstalação em outra máquina, o que obriga o detentor do programa a adquirir uma nova licença caso opte pela troca de seu computador.

Geralmente, softwares com a licença OEM não são voltados para a comercialização direta ao consumidor final. Eles são feitos, ou adaptados, preferencialmente para montadoras.

Basicamente, OEM é um termo utilizado quando uma desenvolvedora faz um subsistema, componente ou parte de um produto/programa do produto final de outra organização.

As companhias que produzem notebooks e computadores utilizam softwares com licença OEM em seus produtos. Entre elas, Dell, Sony, Philips e muitas outras que possuem, por exemplo, softwares da Microsoft com esse tipo de licenciamento.

Os preços desses programas costumam ser diferenciados devido ao grande volume de aquisições que as montadoras realizam para seus produtos.

Vale destacar que softwares OEM podem ser adquiridos por meio de distribuidores autorizados da Microsoft. Saiba mais »

FPP (Full Packaged Product)
Conhecido também como “licenciamento de caixa”, o FPP é disponibilizado em caixas com a mídia para a instalação do software, a licença, documentação, os direitos de uso e instalação. Atualmente, esse modelo já não apresenta grande adesão, uma vez que a Microsoft apresenta soluções para download.

No FPP, a instalação desse software é permitida somente em uma máquina. Dessa forma, o FPP é mais adequado para pequenas empresas, que utilizam até quatro computadores.

A partir de cinco máquinas, as organizações encontram mais vantagens em recorrer ao licenciamento em volume, uma vez que ele possibilita a instalação em um número maior de computadores com preços mais acessíveis.

Além do mais, esse tipo de licenciamento não possibilita o uso de versões anteriores do programa adquirido.

Normalmente, o FPP apresenta o maior custo entre os tipos de licenciamento Microsoft. Contudo, pode ser obtido em qualquer quantidade, não havendo restrição mínima de licenciamento ou de compra. Saiba mais »

ESD (Eletronic Software Delivery)
Em uma alternativa que oferece mais praticidade ao usuário doméstico, a Microsoft oferece o ESD como um modelo para substituir o FPP e evitar a necessidade de aquisição da caixa. Para isso, esse licenciamento, com características similares ao Full Packaged Product, é oferecido por download.

Esse tipo de licenciamento traz algumas vantagens, como a agilidade, facilidade e flexibilidade em se adquirir o produto com sua licença, o qual pode ser feito em qualquer hora e local bastando ter acesso à web. Há também a praticidade de não ser necessário armazenar a mídia física, a qual pode arranhar, quebrar, sumir etc.

Vale destacar que a inexistência de mídia física reduz gastos com logística, estoque e o próprio material de produção da mídia. Isso ajuda a diminuir o preço do software e ainda colabora com o meio ambiente. Saiba mais »

Licenciamento por volume
O licenciamento por volume é indicado para pequenas e médias empresas que necessitam de mais de cinco licenças ou mais de um tipo de software. Esse formato apresenta vantagens de custos.

A organização paga apenas pela licença de software, enquanto no modelo de licenciamento FPP são incluídos mídia (CD-ROM ou DVD), um guia do usuário e outros itens que vêm nos pacotes.

Os distribuidores autorizados entregam opções de aquisição mais customizadas, além de uma gestão otimizada de softwares.

Em alguns casos de programas de Licenciamento por Volume, é possível comprar o Software Assurance, uma opção de manutenção ampla pode auxiliá-lo a maximizar o seu investimento em softwares.

Ele integra o programa com serviços de parceiros, ferramentas de TI, suporte por telefone, entre outras vantagens.

Você pode optar pelo Software Assurance no ato da compra, o que permite que você possa aproveitar os seus benefícios de modo imediato e pelo tempo que durar o contrato de licenciamento.

Conforme o software e licenciamento por volume escolhido, há a possibilidade de se receber mídias, como a mídia complementar, bem como o suporte ao produto e a documentação de forma separada. Saiba mais »

Licenciamento para pequenas e médias empresas
Para pequenas e médias empresas, a Microsoft oferece três programas: Open License, Open Value e Open Value Subscription. Na definição de qual deles usar, a própria fornecedora indica que sejam avaliados os seguintes critérios: o tamanho e tipo da organização, os produtos que serão licenciados e como será o uso desses produtos.

Entre esses programas, há alternativas que contemplam a compra ou o aluguel de licenças, além da possibilidade de contratação de um plano de suporte denominado Software Assurance. Saiba mais »

Open License
Considerado um programa de nível básico, o Open License é recomendado pela Microsoft para organizações de pequeno porte, que pagam conforme o uso.

A aquisição de direito de uso perpétuo do software com um desconto significativo é feita por meio de um pagamento único.

É válido ressaltar que a aquisição de uso perpétuo permite o direito de beneficiar-se do software pelo resto da vida. Porém, há a desvantagem de não oferecer atualizações e suporte para manutenção.

Caso queira assegurar uma oferta de manutenção e suporte, o cliente poderá recorrer ao Software Assurance, que proporciona o direito a todas as atualizações do software durante o período de vigência do contrato Open License. Essa alternativa ainda disponibiliza suporte telefônico, serviços de parceiros, treinamento e ferramentas de TI. Saiba mais »

Open Value
No programa Open Value, o Software Assurance já está incluído, com suporte técnico e treinamentos. É possível realizar atualizações a qualquer momento, sem a necessidade de novos contratos.

A licença Open Value é ideal para empresas que querem personalizar sua plataforma e padronizar sua infraestrutura de TI. Também é indicada para aquelas que visam maximizar seus investimentos com o software Assurance.

Uma vantagem é que você consegue atualizar seu programa a qualquer momento após a disponibilização de atualizações. Tudo isso sem necessitar monitorar versões, comprar softwares ou fazer novos contratos. Saiba mais »

Open Value Subscription
A Microsoft recomenda o Open Value Subscription para quem busca a possibilidade de aumentar ou reduzir a quantidade de licenças anualmente, o que pode ser importante para acompanhar a demanda da empresa.

Caso o número de funcionários seja alterado, a organização poderá ajustar o volume de licenças no dia do aniversário do contrato. Nesse modelo, é exigida a padronização do parque tecnológico da empresa que o utilizará.

Ao contrário dos modelos Open License e Open Value, as licenças não são perpétuas no programa Open Value Subscription. Nessa versão, não é feita a compra do software, mas a subscrição ou aluguel da licença. Saiba mais »

Licenciamento para grandes corporações
Para atender a demandas de empresas com 250 ou mais funcionários, a Microsoft oferece licenças destinadas a grandes corporações. Desde julho de 2016, um desses programas, denominado Select Plus, foi descontinuado.

A partir dessa data, a Microsoft deixou de receber pedidos e renovar seguros de software contratados com esse programa. Saiba mais »

MPSA
Como forma de substituir o Select Plus, a Microsoft recomenda o Acordo de Produtos e Serviços da Microsoft (MPSA, na sigla em inglês). Também ofertado para 180 ou mais computadores, esse programa conta com serviços online, que têm influência no preço a ser pago pelo cliente.

Para a adesão ao MPSA, não há necessidade de um compromisso de compra inicial. Esse pagamento pode ser feito à vista, anualmente ou em parcelas curtas. Esse é um modelo transacional, com compromisso de compra anual por pontuação.

O MPSA é apresentado pela Microsoft como “a maneira mais fácil de adquirir todos os serviços de nuvem e o software”. Por meio dele, a empresa pode escolher fazer a implantação na nuvem ou criar um ambiente híbrido.

A aquisição pode ser feita por diferentes estruturas organizacionais, com divisões dentro da empresa ou por departamentos. Saiba mais »

Enterprise Agreement
Outra alternativa para empresas com mais de 500 usuários ou desktops, o Enterprise Agreement é destinado para organizações que desejam padronizar os computadores de seu ambiente corporativo com um ou mais produtos específicos da Microsoft, pagando um preço especial por essa aquisição.

Esse é um programa de licenciamento por volume gerenciável, que permite a flexibilidade de comprar serviços em nuvem e licenças de software sob um único contrato.

É importante mencionar que o Enterprise Agreement possibilita que sua empresa faça assinaturas para as licenças de software no lugar de comprá-las.

Vale destacar que o Microsoft Azure pelo Enterprise Agreement também possibilita aos consumidores acesso ao Portal do Enterprise, um recurso vantajoso para aqueles que gerenciam várias assinaturas ou contas. Saiba mais »

Programa Open License Governamental
A Microsoft oferece programas de licenciamento em volume para órgãos governamentais de pequeno, médio e grande porte, com preços especiais. Há alternativas tanto de Open License, Open Value e Open Value Subscription quanto alternativas de Enterprise Agreement e MPSA.

Os requisitos de qualificação do licenciamento por volume para organizações governamentais variam de acordo com a região. De acordo com os critérios da Microsoft, “organização governamental” é “definida como qualquer órgão, secretaria ou entidade federal estadual ou municipal assim caracterizada por estatuto”. Saiba mais »

Licenciamento Acadêmico – Education Enterprise Subscription
Entre as opções de licenciamento ofertadas, a Microsoft tem opções para instituições de ensino. As alternativas contemplam dois tipos de programas: por assinatura e perpétuo.

No licenciamento por assinatura, a instituição acadêmica tem o direito ao uso dos produtos licenciados durante o período de licença, assim como as atualizações.

Já no programa perpétuo, as licenças de software são adquiridas para que haja direitos sobre o software mesmo após o fim do período de licenciamento. Saiba mais »

Licenciamento para organizações de saúde
Entre as opções de licenciamento por volume, a Microsoft contempla também as organizações de saúde, que são divididas entre instituições privadas, governamentais e acadêmicas (sistemas de saúde e laboratórios de propriedade exclusiva e operados por usuários que atendam aos requisitos estabelecidos pela própria Microsoft). Saiba mais »

Programas para ONGs
Por meio do licenciamento por volume, Organizações Não Governamentais podem realizar a compra de várias licenças de software a preços reduzidos, em vez de adquirir muitos pacotes de software.

Nesse caso, a organização adquire apenas um pacote de software completo e licenças suficientes para contemplar todas as demais máquinas que possuir. Para isso, a instituição precisa estar registrada com esta característica e atender à padronização da Microsoft.

Quais os motivos para uma empresa ter softwares da Microsoft devidamente licenciados?


Existem muitos motivos para uma companhia ter softwares da Microsoft devidamente licenciados, especialmente se quiser aproveitar ao máximo todos os benefícios e funcionalidades que seus programas entregam. Separamos a seguir algumas razões para você só adquirir programas com licença, confira:

suporte técnico de qualidade: um software licenciado permite que você solicite ajuda ao suporte do programa, facilitando a resolução de problemas e dúvidas, bem como a obtenção de dicas sobre o funcionamento dele;
prevenção de problemas com a fiscalização: se sua empresa for pega com softwares piratas durante uma fiscalização, você poderá ter de pagar multas altas;
atualizações constantes: programas licenciados são atualizados periodicamente, o que ajuda a corrigir falhas e eleva a segurança de informações. Isso também possibilita a inclusão de inovações tecnológicas e de recursos que melhorem a performance dos softwares;
segurança digital: muitas páginas usadas para o download de softwares piratas podem praticar phishing, uma técnica de captura de dados pessoais. Ela usa páginas e outros artifícios que simulam conteúdos para enganar e induzir usuários a instalarem programas maliciosos;
melhor desempenho: softwares licenciados possuem menos bugs e inconsistências, de modo que entreguem maior performance. Por outro lado, programas piratas costumam conter artifícios que os tornam mais lentos, repletos de falhas e instáveis;
custos flexíveis: a empresa pode optar pela licença que tenha o melhor custo-benefício para a sua operação, ou seja, aquela que atenda melhor as suas necessidades e exigências. Isso é possível graças à grande diversidade de licenciamentos que a Microsoft disponibiliza;
economia de tempo: programas pirateados demandam tempo para serem baixados, mas nem sempre funcionam, o que faz com que você perca horas preciosas de trabalho. Já os licenciados podem ser baixados e instalados rapidamente, permitindo ainda que você contate o suporte em caso de imprevistos.


Quais são os benefícios de se adquirir licenças de softwares?


Existem vários benefícios em adquirir licenças de softwares, muitos dos quais inclusive colaboram para a empresa ter maior vantagem competitiva:

softwares consistentes: programas licenciados são mais consistentes e preservam melhor os dados empresariais contra ataques cibernéticos. A falta de segurança digital é maior nos softwares pirateados, que podem abrigar malwares que roubam dados ou causam danos aos sistemas corporativos;
escalabilidade: algumas licenças facilitam a escalabilidade no caso de você ampliar a quantidade de computadores corporativos que contem com softwares Microsoft;
garantia: programas licenciados possuem garantia, ou seja, uma proteção a mais caso não funcionem nos seus equipamentos;
acessibilidade: softwares licenciados na nuvem facilitam o acesso a dados da empresa de qualquer local do mundo em qualquer horário, o que pode ser feito por diferentes funcionários conforme suas permissões.


Como escolher um dos tipos de licença Microsoft?


Para escolher o tipo de licença Microsoft que é mais vantajosa para a sua empresa, é importante avaliar os seguintes quesitos:

tamanho ou porte da organização: quanto maior a sua empresa, mas vantajosos se tornam os licenciamentos por volume, pois possuem custos mais em conta. Também se tornam atrativos os licenciamentos de programas na nuvem, que facilitam o acesso e a manutenção dos dados;
profissionais que utilizarão os softwares: dependendo da complexidade e das funções desempenhadas, você precisará licenciar mais ou menos programas. Se só um colaborador for usar determinado software, então as licenças FPP ou ESD são recomendadas. Caso mais pessoas o utilizem, o indicado é adquirir uma das licenças para pequenas e médias empresas;
forma de pagamento: verifique o modo de pagamento mais alinhado à forma de atuação do seu departamento financeiro e que seja mais vantajoso para sua empresa.
Independentemente do tamanho da organização e de suas características, o uso de softwares deve ser feito somente após a obtenção de licenças de uso. Uma empresa enfrentará riscos ao utilizar programas piratas.

Recorrer a softwares originais pode parecer mais caro inicialmente, mas será uma garantia do nível de produtividade em médio e longo prazo, sem ameaças de instabilidade. O licenciamento assegura que a empresa opere por meios legais e evita a possibilidade de penalizações.

Quer saber mais sobre como os tipos de licença Microsoft podem ser utilizadas na sua empresa? Entre em contato com a WS Tech para encontrar as melhores soluções!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *